Arquivo da categoria: televisão

canibalismo gourmet

hannibal

Não, carne humana não tem gosto de frango. Segundo o livro Jungle Ways, de 1931, do aventureiro e jornalista William Buehler Seabrook, a carne humana tem gosto de vitela. Então deve ser yummie! Meu Deus, o que estou falando?

O tema canibalismo sempre desperta a curiosidade das pessoas, talvez por isso o psiquiatra Hannibal Lecter (de O Silêncio dos Inocentes e continuações) tenha se tornado um ícone no reino dos psicopatas. Pela primeira vez, o personagem é visitado na televisão, na série Hannibal, estreia recente nos Estados Unidos e no Brasil através do AXN, ou em um torrent de preferência. A série se passa muito antes de O Silêncio dos Inocentes, quando Hannibal servia de consultor e psiquiatra do agente do FBI Will Graham (Hugh Dancy). Quem o encarna desta vez é o ator dinamarquês Mads Mikelsen (O Amante da Rainha, A Caça e Casino Royale).

Se um canibal já dá trabalho, um canibal com gostos refinados é pior ainda, que o diga a stylist de comida Janice Poon, responsável pelos pratos servidos nos jantares de Hannibal. Apesar do estrelado chef José Andrés ser o consultor da série, quem percorre os mercados de Toronto (onde a série é filmada) e passa noites fazendo testes é ela. Sua maior descoberta é que os órgãos suínos são os mais semelhantes aos dos humanos. Além de convencer na câmera que os pratos são feitos de partes humanas, Poon precisa, dependendo da cena, preparar algo que os atores possam comer.

hannibal linguashannibal gelatina

Mortadela já virou fígado, sopressata (um tipo de linguiça italiana) já foi disfarçada de pulmão e kibe virou língua. Apesar de Mads Mikelsen comer de tudo, outros atores têm limitações. Lawrence Fishburne, que faz o chefe do FBI Jack Crawford, não come nozes, beringela, kiwi nem foie gras. Poon só descobriu que ele (e a mulher, a atriz Gina Torres, também no elenco) não come foie gras depois de encomendar quase tês quilos para uma cena. A solução foi fazer um falso foie gras, modificando uma receita de tamale. Acabou que o episódio não foi ao ar nos Estados Unidos, em respeito às vítimas do atentado em Boston.

Poon acredita que sua ascendência chinesa lhe dá a vantagem de estar familarizada com miúdos e outras partes não muito populares. Sua maior dificuldade nem é transformar uma receita em algo que lembra um órgão humano, mas nas inúmeras mudanças de roteiro que a obrigam a mudar seus planejamentos. Por exemplo, no quinto episódio, um jantar entre três personagens com línguas de cordeiro como prato principal mudou cinco vezes! A última alteração dizia que, durante a sobremesa, gelatina de vinho tinto com uvas e rosas cristalizadas, “Hannibal pega uma uva Norton e a descasca”. A uva Norton, uma espécie que é toda vermelha por dentro, já estava em falta no maior produtor. Na Austrália, ela ainda estava verde (Poon tentou com um cunhado que mora lá). Faltando um dia para a gravação, sem saber o que fazer, Poon comprou uvas vermelhas e as descascou. Tingiu-as de vermelho e depois passou numa cera, maquiando-as com sombra. Para ter outra alternativa, ela pintou as uvas com esmalte. No final, a uva com casca de cera foi a escolhida. Deu tudo certo! As fotos abaixam mostram como o planejamento muda entre uma revisão de roteiro e outra. Repare como o medalhão de língua em crosta de sal virou línguas embrulhadas como origami. E a sobremesa era pudim com berries.hannibal jantar rascunhohannibal jantar rascunho 2

Toda a aventura de Poon nos bastidores da série está sendo contada em seu blog Feeding Hannibal. Além dos incontáveis desafios, há receitas para brincar na cozinha. Vai uma coxinha?

jamie oliver para todos

jamie oliver 15 minutesMais de 50 horas de programas de Jamie Oliver foram vendidos para a Globosat (leia-se GNT) e Fox Life, que devem estrear ao longo do ano. Os programas são: Jamie’s 15 Minute Meals (2012), Jamie Cooks Summer (2011), Jamie’s Christmas with Bells On (2011), Jamie’s Great Festival (2012) e Jamie’s Great Britain (2011).

O fim de 2012 e o início de 2013 teve grandes estreias no incrível e gigantesco reino dos programas gastronômicos. Na Inglaterra, Jamie Oliver e o melhor amigo Jimmy Doherty (O Laboratório Gastronômico de Jimmy) estrearam Jamie & Jimmy’s Food Fight Club. Nos Estados Unidos, Nigella,  Anthony Bourdain, Ludo Lefebvre e Brian Malarkey lançaram o The Taste, o “The Voice gastronômico”, com Nigella e Bourdain também trabalhando como produtores.

Jamie & Jimmy’s Food Fight Club é uma série em quatro episódios para o Channel 4 sobre como a cozinha britânica melhorou nos últimos anos. Na verdade, é uma “competição” de produtos ingleses contra produtos do resto do mundo. A crítica não foi positiva, disse que é uma série mais sobre a amizade de Jamie e Jimmy do que qualquer outra coisa. E quando a crítica fala da amizade, quer dizer que são longos momentos dos dois falando sobre Chewbacca, ordenhando uma cabra na cara do outro ou momentos constrangedores como uma volta de montanha-russa. O The Guardian o classificou como “o programa culinário menos inteligente que se tem notícia”. O The Taste também não recebeu críticas muito positivas. Os dois programas não têm previsão de estreia no Brasil.

couch potato

Michael Voltaggio, um dos meus participantes preferidos de Top Chef.

Eu não consigo gostar do Super Chef do Mais Você. Para mim, é uma cópia mal feita do Top Chef, um casamento forçado com Big Brother, porque aquilo é um mais “convivência” que competição gastronômica. Além disso, conta com voto popular. Como o telespectador pode votar num prato que não degustou e nem cheirou? E sabemos de antemão que o telespectador vota sempre no mais coitadinho ou bonitinho. Não por acaso, tem a mesma fonte do BBB, Boninho.

É uma pena que o Super Chef seja ruim, pois poderia servir como uma grande janela de possibilidades gastronômicas. Zapeando pela tv, encontrei ótimos programas de gastronomia, de reality shows até séries na internet. Confira o guia:

Top Chef. As pessoas têm certo preconceito com reality shows, e com razão, mas existem realitys excelentes . Top Chef está para a gastronomia assim como Project Runway está para a moda. São 16 talentosos cozinheiros disputando não só dinheiro, mas também reconhecimento profissional. Os desafios são realmente desafiadores, desde fazer o banquete de casamento em um dia até melhorar o almoço de uma escola. O programa já está em sua oitava temporada nos Estados Unidos e tem dois filhos: Top Chef Masters (apenas com chefs renomados) e Top Chef Just Desserts (sobremesas). O Sony acabou de exibir a segunda temporada de Masters e começa a primeira temporada de Just Desserts no dia 13 de agosto. Top Chef, Sony, sábados 22:00h (a partir de 13/08/11). Horários alternativos no site do canal.

Anthony Bourdain: Sem Reservas. Série que começou em 2005 e está atualmente em sua oitava temporada. O renomado chef e escritor Anthony Bourdain viaja pelo mundo e faz episódios variados. Pode ser sobre um destino ou um tema, como restaurantes em extinção de Nova Iorque e comida pornô (aquela que nos excita e nos faz lambuzar a cara). O Discovery Travel & Living exibe o programa no Brasil, sem uma ordem certa (está passando a 2ª e a 6ª), mas não importa, é sempre delicioso. Anthony Bourdain: Sem Reservas, Discovery Travel & Living, sábados 21:00h. Horários na programação do site.

Jamie Oliver. Acompanho o chef inglês desde seu primeiro programa, The Naked Chef, de 1999, exibido aqui pelo antigo Travel Channel (que depois virou People & Arts e hoje é Liv). De lá para cá, ele casou, teve três filhas e se aventurou em vários programas próprios. Já tentou mudar a merenda escolar inglesa, treinou jovens carentes para seu restaurante Fifteen e fez várias fugas gastronômicas. No Brasil, ele começou a ficar conhecido com Truques de Oliver (Oliver’s Twist), exibido pelo GNT,que passou também seus programas seguintes:  Jamie at Home, Jamie’s School Dinners, A Grande Fuga para a Itália, A Viagem pela América, Jamie Does e atualmente exibe Jamie’s 30 Minutes Meal. Este último não é o meu favorito, mas vale ficar de olho na programação porque o GNT sempre reprisa seus outros programas. O que gosto nele é sua paixão pela comida, seu entusiasmo e a certeza de que uma boa alimentação pode mudar a vida de qualquer um. Ah, e cozinhar não é um bicho de sete cabeças. Jamie Oliver, GNT, quintas 21:00h. Outros horários aqui.

Gordon Ramsay. Por incrível que pareça, ele tem apenas 45 anos. Sim, dá vontade de dar uma panelada na cara dele, mas foi seu temperamento que o transformou numa celebridade televisiva, e ele tem o seu valor. Não gosto de Hell’s Kitchen e nem da versão americana de Kitchen Nightmare, acho as duas muito pré-roteirizadas e produzidas, o que dá um tom fake e forçado. Também acho, com o perdão da palavra, muito escrotas. Gosto das viagens gastronômicas, como a que ele fez à Índia, e da série que o GNT está exibindo atualmente, Ramsay’s Best Restaurant, uma competição para eleger o melhor restaurante da Inglaterra. Infelizmente, suas outras séries, com exceção de The F Word, nunca foram ao ar aqui no Brasil. Ramsay’s Best Restaurant, GNT, domingos, 12:15h.

Receitas de Chuck. Ele não é muito conhecido, é meio esquisito, mas parece ser legal. O canadense Chuck Hughes aproveita seus dias de folga para ensinar receitas no seu próprio restaurante. O programa é simples, descontraído e com ideias bem bacanas. Assim como a proposta de seu restaurante, a intenção é fazer comida boa para reunir familiares e amigos. No site, além de ver os horários alternativos, você confere receitas e vídeos. Receitas de Chuck, GNT, sábados, 12:30h.

Viagem Gastronômica. A última dica também vem do GNT, mas desta vez, é exclusiva para a web. A chef Karen Couto viaja pelo mundo e registra receitas, lugares, restaurantes, curiosidades e entrevista chefs. Basta clicar aqui e boa viagem!

Se você sentiu falta de programas brasileiros, aqui vai a minha explicação. O Que Marravilha é super simpático, mas não é bem um programa de comida. Quer dizer, é, mas a gente tem mais interesse em ver como o participante vai se sair do que na comida em si. Já o Diário do Olivier é algo pessoal, realmente não consigo me entusiasmar.

%d blogueiros gostam disto: